Descrever o metabolismo da bilirrubina?

Responda:

A bilirrubina é o produto terminal do metabolismo do heme.

Explicação:

insira a fonte da imagem aqui
Fonte da imagem: https: /en.m.wikipedia.org/ wiki / file: Heme__Breakdownpng

A bilirrubina é um composto amarelo que ocorre na via catabólica normal que decompõe o heme nos vertebrados.

Em circunstâncias normais, a bilirrubina plasmática é praticamente não conjugada e está fortemente ligada à albumina circulante. É absorvido pelos hepatócitos por meio de difusão, armazenados em hepatócitos ligados a gluconoretos pelos microssomas UGT1A1.

No fígado, a bilirrubina é conjugada com ácido glucorônico pela enzima glucoroniltransferase, tornando-a solúvel em água. Grande parte vai para a bílis e, portanto, para o intestino delgado.

No cólon, o cólon bactérias desconjugar e metabolizar a bilirrubina em urobilinogênio incolor, que pode ser oxidado para formar urobilinogênio e estercobilina. O urobilinogênio é excretado pelos rins para dar a cor amarela à urina e a estercobilina é excretada nas fezes, dando às fezes sua característica cor marrom.

A bilirrubina é produzida por uma reação em dois estágios que ocorre nas células do sistema endotelial do retículo, incluindo fagócitos, células de Kupffer do fígado e células do baço e da medula óssea. O heme é absorvido por essas células e atuado pela enzima hemeoxigenase, liberando o ferro quelado da estrutura do heme e liberando uma quantidade equimolar de monóxido de carbono que é excretada pelos pulmões.

Essa reação produz um pigmento verde conhecido como biliverdin. A biliverdin é então acionada pela enzima biliverdin redutora, liberando novamente uma molécula de monóxido de carbono e produzindo a bilirrubina amarela.

O aumento da produção, a captação reduzida e a baixa capacidade de glucoronidação podem aumentar os níveis plasmáticos de bilirrubina não conjugada. No caso de deficiências herdadas ou adquiridas no armazenamento ou excreção de bilirrubina, a bilirrubina conjugada e não conjugada se acumula no plasma.

Deixe um comentário