Uma amostra de calcário dolomítico contendo apenas # CaCO_3 # e # MgCO_3 # foi analisada. Quando uma amostra de grama 0.2800 deste calcário foi decomposta por aquecimento, desenvolveu-se 75.0 mL de # CO_2 # a 750 mmHG e 20 ° C. Quantos gramas de # CO_2 # foram produzidos?

Responda:

#MCO_3(s) + Delta rarr MO(s) + CO_2(g)uarr#

Aprox. #140 *mg# gás são evoluídos.

Explicação:

Utilizamos a equação do gás ideal para acessar as moles de dióxido de carbono evoluídas:

#n=(PV)/(RT)# #=# #((750*mm*Hg)/(760*mm*Hg*atm^-1)xx75.0xx10^-3*L)/(0.0821*L*atm*K^-1*mol^-1xx293*K)#

#=3.1xx10^-3mol#.

#"Mass of carbon dioxide produced"=3.1xx10^-3molxx44.0*g*mol^-1=??g#

A chave para resolver este problema foi (i) saber que #760*mm*Hg-=1*atm#; e (ii) usando a constante de gás correta, #R#. Eu sempre gostei #R=0.0821*L*atm*K^-1*mol^-1# porque usa unidades que os químicos usariam habitualmente. As outras constantes de gás tendem a usar unidades não-intuitivas de golpe.

Deixe um comentário