Por que a equação de van der Waals é usada?

Bem, gases reais têm forças intermoleculares, não têm?


E assim, usamos o equação de estado de van der Waals para explicar tais forças:

#P = (RT)/(barV - b) - a/(barV^2)#

Essas forças se manifestam em:

  • #a#, uma constante que responde pelas forças médias de atração.
  • #b#, uma constante que explica o fato de que os gases nem sempre são desprezíveis em comparação com o tamanho de seus contêineres.

e estes modificam o verdadeiro volume molar, #barV -= V/n#. Ao resolver a equação cúbica em termos de volume molar,

#barul|stackrel(" ")(" "barV^3 - (b + (RT)/P)barV^2 + a/PbarV - (ab)/P = 0" ")|#

Para isso, precisamos

  • pressão especificada #P# in #"bar"#,
  • temperatura #T# in #"K"#,
  • #R = "0.083145 L"cdot"bar/mol"cdot"K"#,
  • constantes vdW #a# in #"L"^2"bar/mol"^2# e #b# in #"L/mol"#.

Em seguida, isso pode ser resolvido através do método que você deseja resolver neste cubo. Isso entra em mais detalhes aqui.

Três soluções surgir:

  • um #barV# é do líquido.
  • um #barV# é do gás.
  • um #barV# é uma solução denominada espúria (isto é, NÃO-FÍSICA).

Para saber o que você acabou de obter, compare com o outro #barV# para ver se você encontrou o maior. Se você não maximizar #barV#, tente um palpite diferente até fazer.

Deixe um comentário